Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Marcos Resende Canções

Marcos Resende Canções

Mal de Tristeza

Índice Canções

Eu me perdi da alegria,

enquanto devia brincar de esquecer.

Via passar, sem sentido,

os cordões — que eu sabia —

e não pude fazer.

Junto ao compasso do frevo,

de gente que o passo

espaçava da dor,

meu carnaval sem confete

calava o meu canto

encantado de amor.

Ah, quem me dera esquecer

essa tristeza e você.

Ah, quem me dera apostar

que a tristeza vai passar,

que é hoje só,

amanhã não tem mais.

Eu me perdi da esperança

perdido nas tranças

de um sonho de amor.

No carnaval que fazia,

eu nem mesmo sabia

o motivo da dor.

Sem tamborim nem pandeiro,

eu fazia do baile

um lamento de mesa.

Ela passava e sorria,

e não sei se entendia

o meu mal de tristeza.

Ah, quem me dera esquecer

essa tristeza e você.

Ah, quem me dera apostar

que a tristeza vai passar,

que é hoje só,

amanhã não tem mais.

Parceria com Silvio Brito

São Paulo, 1968

Índice Canções